Receba todas as nossas novidades e conteúdos exclusivos

Início Conteúdos > Série Naturalistas > Alexander Humboldt

Série Naturalistas - Humboldt
Alexander Humboldt              Postado dia 05/04/2021Naturalista alemão. Famoso por suas importantes contribuições em diversas áreas do conhecimento, Humboldt foi um dos primeiros a discutir a questão ambiental.









Sabe aquele sentimento de já ter ouvido um nome, mas não se lembrar de onde? Quando se trata de Humboldt, esse sentimento é bastante comum! A verdade é que desde cidades à crateras na Lua já receberam esse nome, em homenagem ao grande pesquisador naturalista que foi Alexander Humboldt. Já em seu tempo, ele era considerado uma grande celebridade... imagina hoje, com o advento das redes sociais e sua capacidade de dispersar a informação?! Certamente estaríamos vendo mais o nome dele por aí, talvez aparecendo até nos trending topics do Twitter.

Mas afinal, quem foi Humboldt, esse ilustre desconhecido?

Alexander Humboldt nasceu em 1769, na Prússia (atual Alemanha), filho de uma família abastada. Alexander estudou na Universidade de Gottingen e na Escola de Minas de Friburgo, tendo trabalhado enquanto jovem como servidor público, na área de mineração. Essa situação, porém, mudou quando sua mãe faleceu e ele decidiu deixar o emprego, usufruindo da fortuna da família para viajar pelo mundo.
Série Naturalistas - Humboldt
Em 1799, Humboldt desembarcou na América do Sul e visitou diversos países, os quais foram palco para algumas de suas grandes realizações, desde suas aventuras aos seus mais importantes insights.

Na Venezuela, por exemplo, Humboldt percebeu que havia uma conexão entre o nível da água do lago Valência (que diminuía gradativamente) e a atividade agrícola da região, que incentivava o desmatamento e, ainda, o desvio da água dos córregos para destiná-la à irrigação das culturas.

Além de observador, Humboldt era bastante aventureiro. Em sua visita ao Equador, ele e sua pequena equipe, em posse de ferramentas que viabilizaram outras descobertas, foram os primeiros a chegar ao topo do Chimborazo, a montanha mais alta conhecida na época (com aproximadamente 6.000m de altura). Sendo esse recorde quebrado apenas 30 anos depois.

Durante essa aventura, Alexander percebeu uma grande riqueza de espécies animais e vegetais, relacionada às mudanças de altitude. Essa percepção também foi importante para outra relação feita por ele: os efeitos das variações de latitude e de altitude são similares; e dois pontos em diferentes continentes com relevo e latitudes semelhantes possuem fauna e flora também semelhantes.

Representação do Monte Chimborazo

Imagem Bocaina
Série Naturalistas - Humboldt
Essas conclusões foram revolucionárias para o pensamento da época, uma vez que tirava a natureza da posição de ferramenta exclusiva para atividades de interesse econômico-social, atribuindo-lhe a importância de um sistema vivo e conectado.

Mas a influência de Humboldt não para em sua importância na discussão da questão ambiental, na fitogeografia e na zoologia. Ele também foi bastante conhecido na esfera política: Símon Bolívar, figura essencial na independência das colônias espanholas, o considerava o verdadeiro descobridor do Novo Mundo; e Thomas Jefferson, presidente dos Estados Unidos na época, o convidou para visitar Washington, tendo o caracterizado como o cientista mais importante que conhecera.
Série Naturalistas - Humboldt

Na esfera social, Humboldt também apresentou críticas assertivas sobre a sociedade da época, no que tange a escravidão e o domínio colonial. Além disso, influenciou diversas pessoas que conheceu no caminho, como o próprio Darwin, que viajou para a América do Sul, a bordo do Beagle, na esperança de seguir os passos de Humboldt.

Outra importante contribuição desse naturalista foi a obra intitulada "Cosmos", escrita em cinco volumes, onde ele compartilhou todo o conhecimento que suas viagens renderam - as quais lhe custaram boa parte de sua fortuna. Dos cinco volumes, quatro foram escritos por ele, sendo o quinto escrito a partir de suas anotações, após sua morte aos 89 anos, em 1859.


                                                                                                                               Texto de Isabella Azevedo

Lorem ipsum dolor,sit amet consectetur adipisicing elit.

Referências:

> A invenção de Humboldt: Desvendando o mundo eurocentrismo e seus significados. Varia História. vol. 36 no. 72. 2020. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-87752020000300891&tlng=pt>. Acesso em: abril de 2021.

> Alexander von Humboldt Disponível em: <https://brasilescola.uol.com.br/biografia/alexander-von-humboldt.htm>. Acesso em: abril de 2021.

> Alexander von Humboldt e a invenção da natureza, artigo de José Eustáquio Diniz Alves. EcoDebate. 2017. Disponível em: <https://www.ecodebate.com.br/2017/12/04/alexander-von-humboldt-e-invencao-da-natureza-artigo-de-jose-eustaquio-diniz-alves/>. Acesso em: abril de 2021.

> Como Humboldt pôs a América Latina no mapa da ciência. Disponível em: <https://www.dw.com/pt-br/como-humboldt-p%C3%B4s-a-am%C3%A9rica-latina-no-mapa-da-ci%C3%AAncia/a-47566859>. Acesso em: abril de 2021.

> Especial Alexander von Humboldt: o alemão que mudou a imagem da América do Sul | Camarote.21. DW Brasil. 2019. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=aVa-8nupDgw>. Acesso em: abril de 2021.

> Quem foi Alexander von Humboldt, o mais famoso desconhecido da ciência. Disponível em: <https://super.abril.com.br/especiais/quem-foi-alexander-von-humboldt-o-mais-famoso-desconhecido-da-ciencia/>. Acesso em: abril de 2021.

QUEREMOS OUVIR DE VOCÊ

1
Clique em "Curtir" e seja notificado sobre nossas novidades
2
Inscreva-se e seja notificado quando postarmos mais vídeos
3
Deixe sua dúvida ou comentário!